quinta-feira, 22 de julho de 2010

Maués (AM) - Diário de Bordo - 17 a 20 de julho

Sábado Parte 2

Encontro Gen4

Na parte da tarde do sábado, realizamos o encontro com os e as Gen4. Eram 32 crianças, dentre as quais muitas já tinham participado de encontros Gen4 à convite das professoras Maria José (aderente) e Francisca (voluntária), além de já conhecerem o dado do amor. Cantamos muitas canções, jogamos o dado do amor e depois alguns contaram seus atos de amor. Michelli, de 4 anos, contou que um senhor pobre foi pedir comida em sua casa e ela imediatamente chamou seu pai para servir algo. Ficou muito feliz de ter feito isso.

Muitos deles não tinham o dado do amor em casa, então propusemos que eles o pintassem para depois o levarem para casa. Como não tinham dados suficientes, alguns Gen4 fizeram o ato de amor de dar o seu dado para àqueles que não tinham e depois chegou mais dados para todos.

Eles se divertiram muito e já nos perguntavam quando seria o próximo encontro. Um fruto deste momento com os Gen4 foi quando no final da missa encontramos dois deles, Gabriel e Breno, que nos contaram que quando chegaram em casa após o encontrinho, fizeram um ato de amor: deram o pirulito que tinham ganhado ao primoque estava em casa. Logo depois, sem eles esperarem, receberam outro pirulito!

Domingo - 18 de julho de 2010

Convites nas missas

O dia começou cedo para alguns que deveriam fazer os convites do Projeto Amazônia nas missas da manhã. No dia anterior, havíamos nos dividido de forma a estarmos presentes em todos os horários de missas nas igrejas e capelas de Maués.

Retiro da Comunidade

Um pouco mais tarde, na nossa “base de comando”, a casa da Neila e do Apolo, tivemos um retiro com toda comunidade de Maués. Éramos 50 pessoas entre Gen2 e Gen3, voluntários, Famílias Novas, enfim, toda a nossa família reunida.

Começamos lendo a palavra de vida e após um breve intervalo, fizemos um tema sobre Jesus Abandonado e depois, a comunhão que se seguiu foi uma prova concreta de Jesus em nosso meio. Era uma competição de amor, e o grande vencedor: Jesus entre nós!

No final, um grande e delicioso churrasco preparado pelos membros da comunidade local. E no restante do dia, continuamos os convites nas missas, sempre com apoio dos padres que nos recebiam.

Segunda-feira - 19 de julho de 2010

Encontro com Famílias – noite

À noite, para nossa surpresa e superando todas as nossas expectativas, as cadeiras e as arquibancadas laterais do ginásio estavam cheias: uma média de 250 participantes. Antes de começar, o pároco local, Pe. Carlos (estava presente também o Pe. Marco), deu a saudação inicial e aproveitou para afirmar que a Igreja do Brasil estava de parabéns por incentivar o Projeto Amazônia. Os jovens e as crianças foram convidados a se retirar para uma programação paralela.

A palestra foi sobre a comunicação do casal. Após a introdução sobre "a família como escola de comunicação e que os exemplos dos pais vão permanecer nos filhos", falamos sobre a comunicação como um veículo de amor recíproco, que o amor é a condição para retomar a comunicação e que vivendo o amor recíproco é possível a Presença de Jesus na família e entre nós. Para falar sobre Jesus em Meio contamos a história do Ideal, sem citar nomes, considerando que a platéia era composta de pessoas de vários movimentos da Igreja. Concluímos com o perdoar e o recomeçar sempre.

Com os jovens e crianças

Com os jovens não tínhamos idéia de que eles iriam estar presentes, já que, haviam sido convidados apenas para a sexta-feira, dia do workshop sobre política. No fim, a presença forte de Jesus em Meio a nós era tão forte que o foi realmente Ele a nos inspirar. Conseguimos dar o Ideal através da nossa vida. E, no fim, aqueles 50 jovens que estavam presentes agradeceram o momento.

Terça-feira - 20 de julho de 2010

Encontro com Famílias - noite

Com um número menor de participantes que na noite anterior, uns 150, a palestra da noite foi sobre o Sacramento do Matrimônio. Afirmamos que a graça do sacramento do matrimônio ajuda na realização do mandamento do amor recíproco que, se for vivido com radicalismo evangélico, atrai a presença de Jesus entre os esposos, garantia de um amor sempre novo e aberto ao tecido social. Uma grande atenção de todos até que chegou uma forte chuva. Tivemos que parar tudo, cobrir os equipamentos e muitos de nós ficamos molhados, pois o ginásio tinha algumas partes abertas. Após meia hora, recomeçamos e fomos até às 22h.

Espaço com os jovens

Nesse dia estavam presentes cerca de 25 jovens. Para essa noitada com eles pensamos em falar sobre a Regra de Ouro. A noite iniciamos com uma dinâmica, depois falamos brevemente sobre quem éramos e sobre os nossos objetivos em Maués. Depois abrimos para diálogo com uma pergunta: será que é possível colocarmos em prática a Regra de Ouro em Maués? E a seguir pudemos constatar, através das respostas dos jovens, que eles entenderam e perceberam que, verdadeiramente, através dos pequenos gestos conseguimos amar nossos semelhantes.

Um comentário:

  1. Excelente blog! As experiências vividas por vcs também nos enriquecem!

    ResponderExcluir