terça-feira, 22 de junho de 2010

Conheça as destinações deste ano! (3)


BRAGANÇA (PARÁ)

Bragança é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se a 220km de Belém, estando a uma altitude de 19 metros. Sua população estimada em 2009 era de 107.060 habitantes
Município de Bragança

Mesorregião: Nordeste Paraense IBGE/2008
Microrregião: Bragantina IBGE/2008
Região metropolitana - Municípios limítrofes: Tracuateua e Augusto Corrêia

CARACTERÍSTICAS GEOGRÁFICAS
Área: 2.090,234 km²
População: 107.060 hab. est. IBGE/2009
Densidade: 49,6 hab./km²
Altitude: 19 m
Clima: Quente-úmido
Fuso horário: UTC-3

INDICADORES
IDH: 0,702 médio PNUD/2000
PIB: R$ 250.350 mil IBGE/2005
PIB per capita
R$ 2.273,00 IBGE/2005

HISTÓRIA
Sua localização, à margem do rio Caeté, foi o que lhe rendeu o apelido carinhoso de "Pérola do Caeté". A cidade é uma das mais antigas do Estado. São quase 380 anos de história.
História que começou no século 17, mais precisamente em 1622, quando o território de Bragança pertencia à Capitania do Gurupi. A área foi doada por Felipe III, da Espanha, a Gaspar de Souza, Governador Geral do Brasil. Anos depois, em 1634, o filho de Gaspar de Sousa, Álvaro de Souza, fundou ali, à margem direita do rio Caeté, o que seria o primeiro povoado de Bragança.
Contudo, devido às dificuldades de comunicação com Belém, o núcleo habitacional foi transferido para o lado esquerdo do rio, onde, atualmente, está localizada a sede municipal de Bragança, que só tornou-se verdadeiramente cidade em 1854 por decreto do então presidente da Província, tenente-coronel Sebastião do Rego Barros.
Em um passeio pelas ruas da cidade é possível conhecer um pouco de sua história, marcada pela colonização portuguesa e retratada nos prédios históricos do município. Um dos mais importantes é o da Igreja de São Benedito, do século XVIII. Também vale conhecer a igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, a mais antiga da cidade, erguida também no século XVIII.
Tem ainda o Instituto de Santa Terezinha, tradicional educandário da região. E, fora da sede municipal, em uma ilha, em frente ao litoral de Bragança, há o histórico Forte do Caeté, construído em 1614 pelos portugueses. Além da história, Bragança guarda ainda outros atrativos aos turistas.

CULTURA
A cultura é um dos mais fortes deles.
Católicos por tradição, os bragantinos realizam ao longo do ano suas festas religiosas. Dentre as festividades destacam-se a de São Sebastião, comemorada no dia 20 de janeiro, e o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, que acontece no mês de novembro com ladainhas, procissões e até arraial.
Porém, a mais forte expressão cultural e religiosa de Bragança está na festa de São Benedito, uma das mais tradicionais e antigas do Pará, introduzida pelos escravos em 1798 e que também é conhecida como a Festa da Marujada.
A beleza natural é outro ponto forte do município, que possui uma das mais belas praias da costa atlântica paraense: a praia de Ajuruteua. A 30 minutos de carro da cidade, a praia é um lugar paradisíaco que guarda ainda ares primitivos.
Além dela, existem os manguezais, rios, igarapés e ilhas, como a de Canela, um santuário ecológico que possui o maior ninhal de guarás do mundo. Com um cenário natural privilegiado, Bragança é, sem dúvida, uma das mais belas cidades do Pará



ECONOMIA
A cidade de Bragança é o maior polo pesqueiro do Estado do Pará, exportando sua produção principalmente para as capitais do Nordeste e para o próprio estado do Pará, também se nota uma grande Atividade Pecuária, Agricultura e um extrativismo formado pela extração de caranguejos.































Nenhum comentário:

Postar um comentário